GUERRA DO PAU DE COLHER

Código: 9788591234431
Ops! Esse produto encontra-se indisponível.
Deixe seu e-mail que avisaremos quando chegar.

SINOPSE:

"PAU DE COLHER é uma localidade do município de Casa Nova (Bahia). A região foi desbravada pelo português Senhor Viana, no início do século XIX. O nome Pau de Colher se deu por causa da árvore nativa. Em épocas mais recentes, já no final do século XIX e início do século XX, essas terras passaram a pertencer a três famílias: a família do Romualdo, do Rosendo e do Luís Carlota. Romualdo tinha um filho inteligente, sereno, disciplinado, religioso e trabalhador. Era José Ferreira da Costa (Senhorinho). Tudo começou no início da década de 30, num período onde o Sertão enfrentava uma atmosfera de violência e uma desesperadora situação de miséria, além de um gritante abandono social. Diante do quadro apresentado, o povo do Sertão se agarrava a qualquer fio de esperança de uma vida melhor. Em 1932, o beato Severino Tavares percorre as margens do rio São Francisco, a mando do beato José Lourenço. Nessa oportunidade, conhece Joquim Bezerra (Quinzeiro), onde passam a liderar algumas dezenas de pessoas sertanejas. Ambos foram presos em Remanso (Bahia). Soltos, erram o percurso para o Ceará e vão desembocar na localidade piauiense denominada Grotão, onde conhecem Ângelo Cabaça. Este fala sobre José Senhorinho. Todos seguem para PAU DE COLHER ao encontro do rezador, que se torna beato pela Lei do Conselheiro. Quase 4000 (quatro mil) pessoas habitavam o arraial. Essa tal grandeza talvez tenha sido o principal motivo do sentimento de ameaça de perda de poder que acometeu alguns latifundiários locais. Surgiu a ordem do governo federal para a destruição do PAU DE COLHER. O massacre ocorreu em janeiro de 1938, vitimando mais de 1000 (mil) pessoas."

Autor: Marcos Damasceno

Ano: 2013

Número de páginas: 684

Pague com
  • PagSeguro V2
Selos

João Paulo II Ltda ME - CNPJ: 13.885.226/0001-69 © Todos os direitos reservados. 2020